terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Carlos




O mês de Dezembro começou mal para outra figura da cidade. Uma queda levou o meu querido amigo Carlos Cebola ao hospital onde passou uns dias, estando já em casa após uma cirurgia de sucesso. Imaginamos sempre a preocupação da Família, e, ao mesmo tempo, a serenidade do Professor que, pacificamente, aceitou o “incidente” e se abandonou de alma e coração nas mãos dos médicos e das enfermeiras. Tinha feito já o seu poema habitual para os Cantares ao Menino, entregue na minhas mãos há largas semanas, com as palavras sábias e serenas a que estamos habituados: Tome lá já o poema para este ano, porque a gente nunca sabe. Espero poder ir ouvi-lo na Igreja da Misericórdia.” Calculamos que, embora em recuperação, não vai estar ainda capacitado para cumprir esse desejo. Mas sei que vai acreditar que declamaremos o seu texto com toda a alma e com a mesma serenidade com que o escreveu. Obrigado, Professor Carlos. Os seus Amigos estão consigo.  


João Luís Nabo
In "O Montemorense", Dezembro de 2018

Sem comentários:

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal