terça-feira, 10 de junho de 2008

Recebi agora mesmo aquele texto que estão a ver mais abaixo e resolvi dar-lhe um toque ainda mais dramático. Não sei se vou ser um mau português mas, sujeitando-me a que me chamem pró-colonialista, fascista, conservador e sei lá mais o quê, venho aqui dizer aos senhores e às senhoras que estiverem a ler isto que me recuso a participar neste CRIME de lesa-pátria! Não vou escrever assim. Nem vou ensinar a escrever assim. Prendam-me, se quiserem.
De fato, este meu ato refere-se à não aceitação deste pato com vista a assassinar a Língua Portuguesa. Não aceito este pato, mas isso não significa que não aceite um belo almoço onde o pato seja comer um delicioso arroz de pato à maneira das nossas mães. Mas cuidado com a ora. Ora, se à ora do jantar estiver a cair umidade é importante levar um impermeável para não molhar o fato. De fato...
Uma breve nota para enviar um abraço a amigos meus, brasileiros, que lêem estas maluquices. Eles sabem que eu tenho razão.

5 comentários:

A filha mais velha disse...

Também não estou nada de acordo com o Acordo Ortográfico, acho que lhe deveriam chamar "Desacordo"!

Anónimo disse...

arroz de pato, sempre :)!
quanto a outros patos, outros fatos, outros atos... já tenho idade para me dar ao luxo de não os cumprir :).
abreijos
vovó Maria

samuel disse...

...efetivamente...

MonteMaior disse...

Eu também não vou compaCtuar com mais esta vergonha!

Taghiro Tanaka disse...

Também não vou paCtuar com este acordo ridículo.

Cumprimentos

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal