quarta-feira, 19 de maio de 2010

Montemor Intemporal


O Manuel Roque vai lançar o seu segundo livro de fotografia. Não lhe conto como é para não estragar a surpresa.
Intemporalidades...
Porque é um livro que vai ficar.
Porque Montemor é um espaço onde o tempo é aquilo que nós fazemos dele.
Porque há cenários que só as fotos do Manel conseguem explicar.  
Até Sábado. Às 3.

2 comentários:

CGreg disse...

Que o segundo livro de fotografia de Manuel Roque atinja, em êxito, o mesmo patamar que a beleza dos cenários montemorenses conseguem ter, aos olhos dos que amam esta terra aconchegada no ventre alentejano. Não vou lá estar às 3, mas desejo que tudo corra bem ao autor, e já agora, aos restantes envolvidos na obra.

Olho passarinho disse...

"Olhai para as aves do céu, que não semeiam nem colhem, nem ajuntam em celeiros: e o vosso Pai celeste se alimenta. Por acaso, não sois vós muito mais do que elas? Quem de vós, por mais que pense, pode acrescentar um côvado sequer à própria estatura?" (Mateus. 6: 26-27)

Caro leitor, nós somos importantes para Deus. Deus cuidará de nós. O olho de Deus se fixa no pardal. O olho de Deus se fixa em você, no seu amor. A batida do coração de Deus é amor. Você é amado, valorizado e querido muito mais do que você pode entender, da maneira que você é.
Que sua vida seja abençoada com o carinho e amor de Deus.

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal