terça-feira, 19 de março de 2013

Celestino António

 
 
 A 17 de Março de 2002, partia o Tininho. O Celestino António. Sapateiro, poeta, lutador e… Baixo do Coral de S. Domingos durante mais de uma dúzia de anos. Apeteceu-me vê-lo de perto. Passei por algumas fotos mais antigas dos nossos concert...os e dei com esta. Tirada na Igreja da Misericórdia, quando o público aplaudia, enternecido e entusiasmado, o Celestino, depois de ter interpretado magistralmente “ A Procissão” do António Lopes Ribeiro.
Deixaria o Coral, e a Vida, menos de um ano depois. Mas a voz dele vai andar sempre, algures, entre a Rua do Chamorro e a Igreja da Misericórdia. Por vezes, nos ensaios, invocamos a sua memória, os seus ditos, o seu exemplo. Porque temos saudades.
Ver mais

3 comentários:

Anónimo disse...

São boas as memórias que passam por mim ao recordar o meu chefe de naipe! Deixa saudades...muitas saudades! Ass. Paulo Canas

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
catarro disse...

O "Tininho", era uma belíssima janela para espreitar o Mundo.
Que esteja em paz.

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal