segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

António




Chegou um novo ano. Desejar um bom 2014 a todos é o mesmo que desejar um bom dia em manhã de tormenta. Será apenas mais um ano como os anteriores, que nos vai obrigar a puxar pela imaginação para irmos resolvendo as questões que se vão levantado dia após dia.
Lembro-me de o meu Pai me dizer, com frequência, que a vida sem problemas não teria graça nenhuma. E ele foi prova do que dizia. Todos os dias tinha desassossegos e desafios na sua profissão. E não foi por isso que eu o vi mais desanimado, revoltado com a vida ou zangado consigo próprio. Respondia-lhe muitas vezes, durante estas conversas, que uma vida sem problemas seria a vida ideal, porque assim teríamos tempo para nos dedicarmos apenas ao que gostaríamos, sem perder tempo a inventar soluções, quase sempre diárias, para atirar para o lado as pedras que se iam levantando no nosso caminho. “As pedras desviam-se para o lado, aos poucos, conforme a força que vamos tendo”, respondia-me.
Hoje, mais velho, a viver num país em crise, e a viver os meus dias de crise também, porque ninguém escapa às consequências destas políticas desastrosas de quem pensa que sabe o que anda a fazer, acredito todos os dias que o meu Pai tinha razão. De facto, quando há um dia sem problemas para resolver, até parece que a vida perde sabor e que não merece a nossa existência.
Por isso, e apesar de tudo, um Bom Ano Novo para os meus 10 leitores.

2 comentários:

sagitario disse...

a vida é que nos ensina a resolver os problemas, se não existisse o belo não existiria o feio assim como o bem e o mal.

Por isso não imagino uma vida em que fosse tudo direitinho, seria uma pasmaceira, claro nem tanto ao mar nem tanto à terra...

Um bom ano para si também...

salgueiro disse...

Sem duvida, as pedras vão desviado para os lados, conforme a força que vamos tendo! Grande homem, grande sorriso, grande pensador, esse seu pai! Grande amigo !

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal