domingo, 18 de novembro de 2018

Natal injusto, mais uma vez



Vem aí o Natal (outra vez). Era só para avisar os mais esquecidos que, para além de ser uma época festiva e de prendas, é também a altura ideal de sermos bons uns para os outros. Já agora, é muito mais do que isso tudo: é o tempo certo para sermos justos. Eu explico: vou fazer anos no próximo dia 23 de Dezembro e há quase 58 Dezembros que ouço sempre a mesma lengalenga de amigos e família: “Toma lá esta prendinha. É de anos e de Natal! Parabéns!”. Eu aceito, claro, com a melhor cara que consigo arranjar na altura, sentindo-me, porém, mais uma vez, injustiçado. Este desabafo quer dizer isso mesmo que vocês estão a pensar: que eu e muitos como eu (o meu amigo Zé Bexiga, por exemplo!), estamos continuadamente a ser prejudicados pelo Menino Jesus. Sabemos que ele foi, e é ainda, mais importante do que nós, mas mesmo assim…
Tenho, portanto, uma proposta que muitos vão assinar por baixo, de cruz e sem hesitações: ou se muda a data do nascimento do Miúdo ou exigimos (eu, o Zé Bexiga e muitos outros amigos) que nos devolvam, COM RETROACTIVOS, todas as prendas que nos devem desde o princípio da nossa vida.
Tenho dito.

João Luís Nabo

In O Montemorense, Novembro 2018

Sem comentários:

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal