segunda-feira, 12 de julho de 2010

Não era a mesma coisa!




O Coral de São Domingos recebeu há poucos dias um coral italiano de Ardea, uma localidade perto de Roma. Não há que ignorar as experiências, sempre muito positivas, que este intercâmbio trouxe consigo. Para além da troca de amizade e conhecimento que acompanhou a troca de partituras entre portugueses e italianos, há o reforço da equipa do coral anfitrião que, mais uma vez, se excedeu no seu profissionalismo amador, quer em concerto quer a receber, com uma pompa simples e uma circunstância natural, os novos amigos, vindos de longe. Isto para não falar da importância de todas as entidades, que continuam, firmes e confiantes, a apoiar o coral montemorense.

Como me dizia o meu amigo Vítor Guita dias antes do encontro, a música é, afinal, uma linguagem universal que une pessoas diferentes mas iguais em muitas das suas ansiedades e esperanças. E o coro de Montemor tem como troféu mais valioso esses laços cultivados em todo o país e um pouco por toda a Europa, porque a música acaba por trazer à superfície de cada um o que cada um tem de melhor: a amizade, a disponibilidade, o sentido de hospitalidade, a tolerância e o respeito pelo Outro na sua diversidade pessoal, linguística e musical. Um dia, alguém perguntou a um cantor do coro de Montemor: “Podias viver sem o Coral de São Domingos”? Ao que ele respondeu: “Poder podia, mas não era a mesma coisa.” E tem razão.

Se eu hesitei antes de escrever o que acabaram de ler? Hesitei, porque estou lá mergulhado até ao pescoço desde a primeira hora. Mas o que é verdade tem de ser dito. Que me desculpem os menos afortunados.

6 comentários:

Anónimo disse...

e têm toda a razão! o elemento do Coral e o Maestro, com este seu escrito :)
Parabéns, por mais esta incursão musical do CSD (e de amizade) com outras gentes, outras culturas.sai-se sempre enriquecido com estas partilhas!
beijocasssss
vovómaria (fã incondicional)

Anónimo disse...

Gostei!!!Muito memso. Trabalho muito mas com prazer e dedicação tudo se alcança e mais um sucesso alcançado, julgo!!!BJS
HR

Anónimo disse...

Tem toda a razão Sr.Maestro.Não era a mesma coisa...boa semana
MF

CUSTODIA disse...

É verdade, para quem está ou para quem viveu intensamente todos os momentos desde o primeiro dia e durante muitos anos já nada é a mesma coisa... beijinhos com carinho, Custódia Maria

Fernando JM Saiote Montemor-o-Novo disse...

Nestes últimos quatro anos, desde que voltei para Montemor, o Coral de S. Domingos - que tão bem conhecia antes de me ausentar por dezasseis anos desde a sua nascença (mais coisa, menos coisa) -, tem sido o meu ponto de equilíbrio e cada um dos ensaios, cada uma das actuações o escape necessário à interrupção da loucura natural do dia-a-dia. Por tudo isso agradeço a todos em geral, à minha 2ª família, o facto de serem quem e como são.

Venha a próxima época.

(n)Ana disse...

De longe observo e mal conhecendo, nasce uma curiosidade de um dia ver e ouvir ao vivo e a cores.
Parabéns pelo projecto e Viva a música! :o)

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal