terça-feira, 24 de fevereiro de 2009


Continuo a remoer aquela ideia peregrina do Ministério da Educação em criar programas de voluntariado para os professores reformados. Depois de terem sido forçados, pelas políticas do actual governo, a irem para a reforma com penalizações de largas centenas de euros, os professores aposentados sentem que isto é cuspir vergonhosamente na cara de quem passou uma vida inteira a ensinar.
Não queria ir por aí, mas acho que alguns dos nossos governantes deviam passar urgentemente pelo divã de um psiquiatra: temos um primeiro-ministro que confunde constantemente ficção com realidade e que lida muito mal com a negação, um ministro das finanças que não sabe fazer contas de diminuir, uma ministra da educação que não gosta dos professores e só sabe dizer que não e dois secretários de estado que, de olhar abstracto, só sabem dizer-lhe que sim.
Professores reformados para as escolas? Insanidade absoluta! Só de pensar na eventualidade de tal coisa acontecer, sinto, em nome deles todos, uma profunda e indizível humilhação, uma clara e irrepreensível náusea pelas políticas que regem a educação do meu país. Este Ministério não nos merece.

1 comentário:

samuel disse...

Mas merece, largamente, outras coisas... baldes delas!

Abraço

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal