terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Figurinhas


Triste, triste foi a figura que fizeram, em directo para a minha sala de estar e para o Mundo, o nosso Presidente e a primeira-dama na cerimónia de inauguração da Árvore de Natal do Palácio de Belém. Senti-me transportado às visitas de Estado de Américo Tomás e de Marcello Caetano, em mil novecentos e troca o passo, nas inaugurações do regime, quando os pais e as mães punham os meninos e as meninas a jeito para ganharem um beijinho (argh!!! credo!!!) de tão ilustres figuras. Estas faziam o frete de aturar os piquenos, com sorrisos de plástico e acenos de marionete, enquanto colocavam perguntas que de inteligentes nada tinham. Foi o que aconteceu no dia 3 de Dezembro, na residência oficial da mais alta figura do Estado. Vivemos num país tão cheio de figurinhas de presépio…

7 comentários:

kalikera disse...

O Tomás ainda assim sempre era um gajo com um ar ternurento...
São estes e as associações portuguesas por esse mundo fora.
Tenho vergonha.

Leonel Craveiro disse...

Ora aqui está a possivel solução para o Largo das Palmeiras.
As figurinhas de que falas para colocar no presépio, tenho a certeza que a malta iria aderir em massa, até propronho uma venda de produtos hortícolas, tipo tomates, para atirar ao S. José Cavaco, à Maria Cavaca e o Menino Jesus Sócrates.
Que tal?!
Para burros, vaquinhas e afins, podiam trazer outros do mesmo calibre e até doutras bancadas tão distintas.

Ai ai, nem o Pai Natal nos safa, relembrando, estamos mesmo feitos ao bife!

vovó disse...

deve ter sido e meu dia de sorte televisiva!!!! :)))) não vi.

beijocasssss ( e por cá, já tivemos a conta das gripes... !... )

vovó Maria

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Leonel Craveiro disse...

As 20.000 visitas ainda chegam antes do Natal.

Alfredo disse...

Mas ser P.R. em portugal é isso mesmo. Um cargo meramente representativo com poderes muito limitados e que se destina essencialmente à fotografia. Por isso é que todos os P.R. são eleitos para segundo mandato, como nada fazem também não chateiam ninguém.
Bom era que o P.R. se ocupasse totalmente das inaugurações e demais cerimónias, para que o nosso P.M. se preocupasse mais em governar o País em vez de andar sempre a botar faladura em acções de propaganda!

Marado das Ideias disse...

O Alfredo é muito capaz de ter razão.

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal