domingo, 13 de fevereiro de 2011

Autodefé




Temos de ensinar os alunos a escrever palavras que, se fossem escritas há quarenta anos, davam origem a uma orgia de reguadas até à exaustão da professora. Irónico, não acham? Que se rasgue, pois, a Cartilha de João de Deus, as gramáticas e as normas que fizeram da nossa literatura uma das mais elaboradas e belas do mundo. Que se rasgue, pois, Eça e Camilo. Que se queime Camões e Pessoa, José Luís Peixoto e Lídia Jorge. Malditos sejam pela sua escrita, tão cheia de erros ortográficos e impossível de entender pelos pobres de espírito e por outros vendilhões do templo.






2 comentários:

São disse...

Estou de acordo.
Quanto a Peixoto não é do meu agrado, desde que lhe li determinado chorrilho de patacoadas numa crónica.

Tudo de bom.

Antonia Ruivo disse...

Ás vezes também penso assim e bendigo as réguadas que levei por cada erro, será que na nova lingua portuguesa existe a palavra réguada :))

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal