domingo, 14 de julho de 2013

Oh, Sebastião: a galope!





Achei brilhante o golpe palaciano de P. Portas no início de Julho. Achei inacreditável como P. Coelho cedeu a esta chantagem. Só falta saber que palavras lhe disse Portas para que ele tivesse quebrado com aquela aparente facilidade. Ou também podemos pôr a questão ao contrário: o que terá dito Passos a Portas para o levar a mudar de ideias, depois daquele irrevogável pedido de demissão? Terão os submarinos, tema ainda por esclarecer, vindo à superfície num ponto ou outro da discussão?
O país está um verdadeiro caos político e social. De tal forma sentimos as instituições, os nossos direitos e a constituição desrespeitados, que esperamos todos os dias por um D. Sebastião que salve o país e nos traga alguma paz e sossego. Mas precisaria de pôr o seu corcel branco a galope. Caso contrário será tarde demais. Renovou-se o mito do Encoberto e do Quinto Império que Fernando Pessoa tão febrilmente reinventou na sua Mensagem. Mas tudo o que se passa agora neste país de gente ilustre ultrapassa a literatura e a mística pessoana. Na verdade, e analisadas as situações já vividas, noutros tempos, por Portugal e por outros países europeus – Alemanha, Itália, Espanha – estão criadas as condições necessárias para o regresso de uma ditadura. 



Sem comentários:

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal