domingo, 1 de agosto de 2010

A gente passa-os!



... A coisa adivinhava-se. Querem que passemos os alunos? A gente passa-os, mas depois não nos venham pedir responsabilidades quando as pontes começarem a ruir, quando as casas não se aguentarem em pé, quando juízes e advogados tiverem dificuldade em fazer/interpretar as leis, quando os novos médicos tiverem de recorrer aos mais velhos para poderem fazer o diagnóstico adequado, quando os músicos deixarem de compreender o valor matemático das notações musicais, quando os psicólogos não conseguirem interpretar as dúvidas e as queixas dos pacientes, quando os operários ficarem (ainda mais)  sem emprego por não terem as competências mínimas, quando os jovens agricultores não perceberem a diferença entre uma batata e uma beterraba, quando o pessoal não tiver os skills básicos para passar um cheque ou para escrever o currículo com o objectivo de concorrer a um emprego. 

Se tal maluquice for aprovada, terá sido dado início à era da burrice legalizada. A começar pelos lugares de topo. Tenho pena, muita pena, que tudo por que tenho lutado em 27 anos de carreira comece agora a perder todo o significado. 

P.S.: As perguntas ao 1.º ministro sobre o caso Freeport ficaram sem resposta. Será que ele não percebeu o que se perguntava? Será ele já um exemplo antecipado do que havia de vir?

9 comentários:

Maria disse...

Quem se passou foi a mulher...
Francamente!

Anónimo disse...

Mas ele É um exemplo disso!!!É e foi, desde o primeiro minuto em que este povo triste teve a triste ideia de o escolher!
Manuela

Leonel Craveiro disse...

Não se compreende, nem há palavras.

xpto disse...

Chumbos custam €600 milhões
Não existem números oficiais mas as contas ao número de chumbos a partir da despesa anual por aluno apontam para um gasto em Portugal de cerca de 600milhões de euros por ano.
(notícia do Expresso)

Já compreendi!)
F.Tátá

Lina Cinzas disse...

Mas isso já acontece mesmo sem que o corpo docente assim o sinta ou veja. A perfeição na arte de cabular é a "disciplina" que tem mais adeptos e quando digo isto, digo-o com conhecimento de causa de muitos casos no ensino superior em que se formam os srs licenciados que não sabem sequer ler ou escrever. Não me surpreende nada que seja aprovado...

samuel disse...

Infelizmente... deu um belo post!!!

Abraço.

Anónimo disse...

"... este país é um colosso!
está tudo grosso, está tudo grosso!..."

beijocassssss
vovómaria

Canela disse...

Tenho muita pena de achar que não é por os alunos passarem ou não de ano que vão ser mais ou menos brilhantes. Brilhantes?! Que digo eu?! Fossem eles um bocadinho menos ignorantes e estupidificados, até podia haver salvação mas, o mal, começa de tenra idade em casa frente à TV onde cada um dos paizinhos se demite da sua profissão parentesca. SIm, é mais fácil pô-los frente a um ecrã com corzinhas e esperar que eles cresçam do que fomentar o que quer que seja. Aprender doi! Alguns não compreendem o prazer dessa dor... É uma pena trágica que assim seja mas, temos os politicos que escolhemos... Alguns de nós meteram-nos lá seja lá porque motivo tenha sido...

Dr Riade Tacour disse...

Pondo em perspectiva esta medida é brilhante. Sem dúvida. Finalmente caminhamos no sentido evolutivo da nossa Portuguesa e decadente civilização. Não, não enlouqueci: "For a civilization raise another has to crumble". Passo a explicar, na minha óptica Portugal passou o ponto de não retorno. O que há a fazer é baralhar e dar de novo. Esta medida é a primeira que prima pela autodestruição desta gerigonça.

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal