terça-feira, 10 de agosto de 2010

Justiça

Logo que o próximo INCENDIÁRIO seja apanhado, amarrado a uma árvore, regado com gasolina e transformado em justiceiras labaredas, os fogos no país irão para menos de metade. A nossa justiça é uma autêntica bananeira.
Tudo o que falta aqui dizer, digam-no vocês, caros leitores.

6 comentários:

Maria disse...

Às vezes pode apetecer...
Mas olha só se 'pega' noutras 'modalidades'...
:)))

manoelbota disse...

À muitos anos que partilho a mesma opinião...se fosse apanhado só era incendiário uma vez, porque de certeza que nunca mais fazia nenhum fogo...mas não existe justiça neste "país"....

Alfredo disse...

Então não sabem que numa democracia "plena" e num "estado de direito" como o nosso, a pena de morte é considerada uma atitude bárbara e atrasada, apesar de já sermos uma sociedade "abortadeira"!
Todos têm muitos direitos, excepto as vitimas, os inocentes e os cidadãos responsáveis ou honestos!

Enquanto houver Fátima, futebol e carrinhas importadas...

kalikera disse...

As bananeiras dão bananas e as bananas são muito boas para a saúde. E para o cérebro. Mais um paradoxo.

Manuela disse...

Nem justiça popular, nem pena de morte! Nunca!!!

Carlos Machado Acabado disse...

Por amor de Deus!
Vamos lá manter o sangue frio e a cabeça fresca, não?!
Eu sei que o Verão tem sido quente mas...
Se caparmos os pedófilos com um canivete enferrujado, cortarmos a mão aos ladrões e metermos tudo o que é pirómano num micro-ondas copiado [sabe-se lá!] dos de Auschwitz como pretende a "Justiça" dita [muito injusta e muito insultuosamente, aliás!] 'popular', qualquer dia também eataremos para aí à pedrada às mulheres que guiam e a eleger ayatollahs para nos darem porrada bravia se nos portarmos mal na mesquita e tivermos a veleidade de pretender ter opinião, não?
Não seria mais prático e mais decente exigir que a Justiça [sem aquele infamante "popular": só Justiça...] funcione?...

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal