sexta-feira, 6 de julho de 2012

Quando me levarem... será demasiado tarde


Li há pouco este pensamento tribuído a um grande poeta e dramaturgo alemão e fiquei a pensar seriamente que ele, NESTE momento, tal como HÁ 70 ANOS, tem toda a razão. Ora leiam:

"Primeiro levaram os comunistas, mas eu não me importei porque não era nada comigo. Em seguida levaram alguns operários, mas a mim não me afectou porque não sou operário. Depois prenderam os sindicalistas, mas eu não me incomodei porque nunca fui sindicalista. Logo a seguir chegou a vez de alguns padres, mas como não sou religioso, também não liguei. Agora levaram-me a mim e quando percebi, já era tarde.'
A INIFERENÇA, Bertolt Brecht
(Dramaturgo alemão, 1898-1956)

As classes profissionais do nosso país estão a ter este preciso comportamento: os problemas dos outros NÃO nos afectam. Quando me levarem... perceberei que já será tarde.
                           ............................................................

Mão amiga fez-me chegar um poema muito parecido ("E Não sobrou Ninguém") do pastor luterano alemão Martin Niemöller (1892-1984), que transcrevo a seguir:

Quando os nazis levaram os comunistas, eu calei-me,
porque, afinal, eu não era comunista.
Quando eles prenderam os sociais-democratas,
eu calei-me, porque, afinal, eu não era social-democrata.
Quando eles levaram os sindicalistas, eu não protestei,
porque, afinal, eu não era sindicalista.
Quando levaram os judeus, eu não protestei,
porque, afinal,eu não era judeu.
Quando eles me levaram,
não havia mais quem protestasse."

As semelhanças de conteúdo são, de facto, muitas e só na posse dos poemas em alemão original se poderá definir quem escreveu o quê ou quem inspirou quem, mas, independentemente disso, são dois textos profundamente actuais.




2 comentários:

Anónimo disse...

aos anos que este texto, "martela" na minha cabeça...


beijocasssss
vovómaria

Lena M disse...

Ao ler estas palavras revi-me (no meio delas), a propósito do conhecimento de uma manifestação já para 5ª feira. Espero que consigamos reagir a tempo de... não sermos apanhados!

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal