sábado, 2 de janeiro de 2010

Estes dois estão feitos ao bife...



















O padre Jardim Moreira, presidente da Rede Europeia Antipobreza, referiu hoje num programa da manhã da RTP1 que o pároco da Sé Catedral do Funchal, Manuel Martins, tinha sido desterrado para Machico e Riberia Seca, após ter denunciando publicamente o aumento significativo dos  indíces de pobreza na Região Autónoma da Madeira. Jardim Moreira referiu que o colega foi alvo de uma investigação por parte do Governo Regional com o objectivo de saber se ele era comunista.
Desculpe, padre Jardim Moreira, mas o senhor deve estar enganado. Alberto João Jardim não seria capaz de uma atitude dessas. E, depois, a Madeira é um paraíso.
Ora (re)veja aqui:
http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=Conego-da-Se-Catedral-do-Funchal-deslocado-apos-alerta-para-pobreza-na-Madeira.rtp&headline=20&visual=9&article=307370&tm=8

 
Aníbal Cavaco Silva, Presidente da República, afirmou na sua mensagem de Ano Novo: "(...) Com este aumento da dívida externa e do desemprego, a que se junta o desequilíbrio das contas públicas, podemos caminhar para uma situação explosiva. (...) Não é tempo de inventarmos desculpas para deixarmos de fazer o que deve ser feito. Estamos perante uma das encruzilhadas mais decisivas da nossa história recente. É por isso que, em consciência, não posso ficar calado (...)."

Após esta quebra definitiva do pouco verniz institucional que ainda conseguia aguentar-se,  fiquei a pensar para onde enviará José Sócrates o Presidente da República? Para a Assembleia de uma Junta de Freguesia do Alentejo profundo?

(O Carlos Acabado escreveu assim... aqui: 
http://oquistodidactico.blogspot.com/2010/01/estao-ao-rubro-as-lucubracoes-em-torno.html)




18 comentários:

Carlos Machado Acabado disse...

Numa palavra: o sistema a funcionar em pleno!...
De vitória em vitória até à estrondosa implosão final!

...Ou, como se dizia num título [genial!] de filme inglês dos anos '50: "Situation hopeless but not serious..."
Ou seja: "A situação, embora desesperada, não é grave..."

[Ah! Pois não!...]

vovó disse...

já nada me espanta!...

beijocassssss
vovó Maria

Antónia disse...

Lá para os lados de Mértola, talvez...
O Pulo do Lobo, no Alentejo profundo, será uma boa hipótese, já que Cavaco Silva conhece bem a região!
Votos de que não cheguemos à implosão.

Anónimo disse...

Tudo isto é uma comédia cujo final se adivinha trágico.
E os comediantes - irresponsáveis, incompetentes e corruptos - (não digo que são todos porque basta haver um que não o seja para estar a cometer uma injustiça) estão a borrifar-se para quem está na mó de baixo. Mas a corda, de tanto esticar, um dia parte-se e é vê-los a fugir para onde têm as suas contas, em qualquer paraíso fiscal.
Então, vão ser mais uma vez os mexilhões (ou serão os carneiros?) a pagar as facturas.

Desesperançado

Leonel Craveiro disse...

Tamos lixados, mas com um "F" muito grande, enorme!!!

Oh abre!!!!!

Zero à Esquerda disse...

Para o Primeiro-ministro e para o seu magnífico Governo, a situação nunca foi grave. Houve até um ministro (Manuel Pinho?)que chegou a afirmar que crise... náaa, não passava por cá. Abraço Carlos e obrigado pela tua visita.

Zero à Esquerda disse...

Pois é, vovó, as avós já viram muito e sabem muito e ensinam muito. Por isso é que têm fãs incondicionais. Bjs.

Zero à Esquerda disse...

Antónia: Lembro-me do Prof. Cavaco em visita a essa zona. Pode ser que lhe calhe! Até porque as escutas em Pulo do Lobo ainda devem ser muito artesanais e, por isso, menos eficazes... Obrigado pela achega! Bjs.

Zero à Esquerda disse...

O mar já se sente mais bravo contra as rochas. Os mexilhões queixam-se cada vez mais e, tenho a certeza, muitos graúdos têm já as malas feitas e as famílias prontas para partirem. Que nunca mais voltem. Abraço.

Zero à Esquerda disse...

É um F de fuga. Mas não de Bach. De Burros, que não conseguiram fazer deste país um sitío onde o pessoal viva com um mínimo de felicidade. Abraço, Leonel.

kalikera disse...

Parece que o sr. presidente até já canta o junta a tua à nossa voz, baixinho, na varanda.

Zero à Esquerda disse...

O Senhor Presidente cantará o que a malta mandar. No Alentejo mandam os que estão. Abraço. Kalikas.

Luis disse...

O caso do Sr. Conego Manuel Martins, é um mal menor em comparação as injustiças que se vivem no nosso pais.Reparem só no aumento da corrupção, roubos, droga e tachos que se vão dando a uns e outros.Os POBRES,esses vão ...
Depois ouvimos:"CUITADOS".
Abraços
Jodé

Anónimo disse...

É interessante dizer mal, difiícil é fazer agradar a todos.
Cumprimentos HR

Zero à Esquerda disse...

...E quem quiser agradar a todos ou é anjinho ou é... parvinho!
Bom início de semana e... até breve.
Bjs

Alfredo disse...

"O número de portugueses a receber o salário mínimo quase duplicou." - Correio da manhã

Como pode ver caro professor quem está feito ao bife é o povinho, como é habitual!

Zero à Esquerda disse...

Como habitualmente, caro Alfredo, como habitualmente...

Anónimo disse...

Adorava ver se não fossemos o povinho que fariam!!!!certamente dariam ao povinho!!!!!HR

Distraídos crónicos...

Contador de visitas

Contador de visitas
Hospedagem gratis Hospedagem gratis

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Montemor-o-Novo, Alto Alentejo, Portugal